Procedimento que estimula o colágeno da pele e atenua sinais de
envelhecimento. A técnica utiliza um rolo – roller – com cerca de 200
microagulhas muito finas, de aço inoxidável estéreis, que produz múltiplas
microperfurações na derme, suficientemente longas para induzir, com o
sangramento, um processo inflamatório e ativação da cascata de inflamação
que produzirá colágeno. Além desse resultado, a indução percutânea de
colágeno (IPCA) promove um clareamento de manchas, sendo indicado para o
tratamento do melasma, melhora a textura da pele, reduz os poros, combate
flacidez, rugas e cicatrizes. Para intensificar a eficácia do tratamento, que é
feito sob anestesia local, é possível associar ao IPCA a técnica drug delivery
através de ativos rejuvenescedores, clareadores e antioxidantes, que irão
penetrar com mais facilidade na pele. Recomenda-se uma média de três a
quatro sessões, com intervalo mensal, e o paciente pode retomar suas
atividades no mesmo dia.

O microagulhamento também é indicado para tratar a alopecia androgenética
feminina e masculina, com microperfurações na derme do couro cabeludo para
induzir o crescimento de novos fios com a liberação de fatores de crescimento
que ativam os mecanismos de regeneração dos folículos tratados. Essa
ativação dos folículos inativos promove crescimento e fortalecimento dos fios.
Também pode ser associado ao IPCA capilar a técnica drug infusion, com
medicamentos estimuladores e vitaminas. É necessária uma média de quatro a
seis sessões mensais.

Comentários: