Nem Pensar!

Quatro procedimentos dermatológicos para evitar às vésperas do casório

por Isabella Grossi

Cronograma de noiva, todo mundo sabe, é apertadíssimo. Entre o noivado e o enlace, muita água costuma rolar: a escolha da igreja e do vestido, do convite aos padrinhos, a contratação do bufê, do hair stylist, do maquiador, e por aí vai. A rotina de beleza, muitas vezes, acaba passando batido. “O ideal é não deixar nenhum procedimento estético ou dermatológico para a última hora”, ressalta a dermatologista Tathya Taranto. “É preciso ter muita cautela para alcançar a pele dos sonhos, caso contrário, o efeito pode ser desastroso.” Quer saber o que não fazer, definitivamente, na semana do casamento?

Nós te contamos.

Peeling

Indicação: em alta concentração, os ácidos utilizados renovam as células mortas, melhoram a textura e uniformizam a pele. Na maioria das vezes, são aplicados na face, no pescoço, colo, mãos e braços, respeitando as restrições e características de cada local.

Como funciona: feito em consultório por um especialista, o procedimento é rápido, indolor e seguro. A descamação e troca da pele, todavia, dura de sete a dez dias, e recomenda-se de quatro a seis sessões
com intervalos quinzenais ou mensais.

Quando fazer: o ideal é que seja realizado com seis meses de antecedência, para cumprir o protocolo completo de seis sessões, mas é possível tratar-se com menos sessões se o tempo disponível for mais curto.

Laser

Indicação: é muito usado para rejuvenescimento global, estímulo de colágeno, melhora da textura e redução dos poros. Dependendo da energia usada e dos parâmetros selecionados, é possível tratar peles jovens e maduras.

Como funciona: o ideal é completar de quatro a seis sessões, com intervalos quinzenais ou mensais, dependendo do laser. Os mais utilizados são o Nd-Yag e o Erbium-Yag. Após o procedimento, que deixa a pele iluminada, firme e lisa, pode haver vermelhidão, inchaço e descamação da pele.

Quando fazer: com seis meses de antecedência, para cumprir o protocolo completo de seis sessões, mas é possível realizar menos sessões se o tempo disponível for mais curto.

Preenchimento

Indicação: serve para repor volumes perdidos com o envelhecimento, além de promover a sustentação dos tecidos e a melhora da harmonização facial. O ácido hialurônico costuma ser aplicado em olheiras, bochechas, nariz, lábios, contorno mandibular, queixo e mãos.

Como funciona: os resultados são imediatos e naturais, mas, nos dias seguintes ao procedimento, é comum a região evoluir com inchaço e até mesmo aparecer um hematoma no lugar da picada. O retorno ao dermatologista para checar a necessidade de correção acontece entre 21 e trinta dias.

Quando fazer: entre dois a três meses de antecedência, a depender de cada caso.

Botox

Indicação: uma de suas principais funções na dermatologia é paralisar os músculos responsáveis pelas rugas de expressão, principalmente os que ficam entre as sobrancelhas, os que causam os pés de galinha e aqueles que formam densas linhas na testa.

Como funciona: o procedimento, que envolve a injeção de quantidades pequenas da toxina, é tolerável,
rápido e sua recuperação é mínima. Os efeitos, no entanto, começam a aparecer a partir do terceiro dia, embora o resultado desejado só possa ser mensurado após duas semanas. Durante esse período, ocorrem leves assimetrias e, geralmente, são necessárias doses complementares.

Quando fazer: entre um a dois meses de antecedência.

Deixe um comentário

EDIÇÃO 2017

Natália Guimarães - A modelo e apresentadora revela os cuidados com a pele no dia a dia e conta, em primeira mão, os planos para o casamento.

Tire suas dúvidas, envie uma mensagem.

Todos os direitos reservados a Tathya Taranto 2016. Desenvolvido por Agência Salt.