Xô, pelos!

Quer deixar a pele macia para a lua de mel? Conheça o Depilrobot, tratamento 100% automatizado que promete eliminar os pelinhos de forma mais rápida, segura e menos dolorosa 

por Isabella Grossi

Manter a pele lisinha, algum tempo atrás, era sinônimo de sofrimento. O incômodo, a vermelhidão e, em muitos os casos, as alergias eram recorrentes. Felizmente, a depilação com cera quente, método tradicional mais duradouro e menos agressivo, em comparação com a pinça, a linha ou a cera fria, foi perdendo espaço para o laser, que, apesar das vantagens, ainda coleciona críticas graças à forte sensação de dor. Agora, uma tecnologia recém-lançada no mercado promete ser mais rápida, segura e efetiva. E, claro, menos dolorosa. A dermatologista Tathya Taranto explica tudo o que você precisa saber sobre o Depilrobot, o primeiro tratamento 100% automatizado, que retira os pelos sem contato com a pele.

Mesmo você que já fez depilação a laser e não suportou a sensação de dor, temos novidade.

Como funciona o Depilrobot?

A depilação, incorporada ao laser Fotona, é feita com tecnologia robótica, por meio de uma ponteira inovadora que escaneia a área desejada e aplica a luz de forma homogênea, sem a necessidade do controle manual do médico.

Quais suas vantagens em Relação A outros métodos?

Além de ser mais rápido e mais confortável, ele trata uniformemente toda a área demarcada, com bastante precisão. Essa eficiência não é alcançada quando o procedimento é realizado manualmente. Além disso, o Depilrobot consegue atingir planos mais profundos, alcançando o bulbo capilar e destruindo o pelo totalmente.

Também é mais seguro?

Sim, justamente por causa de sua precisão. Não há risco de repetir o disparo do laser no mesmo local acidentalmente, o que impede o aquecimento excessivo e, consequentemente, o risco de complicações.

Ele pode ser aplicado em pele Escura e bronzeada?

Sim, porque atinge o folículo diretamente, ignorando a melanina da pele. A depilação por laser é alcançada de duas maneiras: a fototermólise seletiva e a fototermólise homogênea. A primeira, proveniente dos lasers comuns, tem como alvo a melanina. Quando o pelo não absorve toda a luz, e essa também é absorvida pela pele, corre-se o risco de gerar efeitos indesejáveis como queimaduras, hipopigmentação e hiperpigmentação em fototipos mais escuros. Já o princípio da fototermólise homogênea, do Depilrobot, é baseado no aquecimento da área por igual, onde o alvo do laser é a atividade metabólica celular.

O DEPILROBOT Alcança, também, os pelos mais finos?

O método abrange todos os tipos de pelo. Escuros, loiros, ruivos e penugens, menos os
brancos, que ainda não são atingidos.

É possível tratar qualquer área?

Sim, qualquer uma, desde as pequenas até as grandes, como costas e barriga.

É indolor?

Por mirar outro alvo e ser automatizado, ou seja, mais rápido, o Depilrobot é mais confortável do que os lasers comuns.

Quantas sessões são necessárias e qual o intervalo entre elas?

De quatro a seis sessões, com intervalo entre trinta e 45 dias.

DICA DO ESPECIALISTA

Para garantir que a pele esteja perfeita, é importante respeitar um período de vinte dias, pelo menos, entre a última sessão e o dia do casamento. Logo após a depilação, a pele costuma ficar avermelhada, com algumas bolinhas e mais áspera, assim como devemos esperar ocorrer a expulsão dos pelos, que ocorre
nos primeiros quinze a vinte dias do procedimento.

Deixe um comentário

EDIÇÃO 2017

Natália Guimarães - A modelo e apresentadora revela os cuidados com a pele no dia a dia e conta, em primeira mão, os planos para o casamento.

Tire suas dúvidas, envie uma mensagem.

Todos os direitos reservados a Tathya Taranto 2016. Desenvolvido por Agência Salt.