A rosácea é uma doença cutânea crônica caracterizada pela vermelhidão
intensa e persistente na face, conhecida como flushing, e lesões inflamadas –
semelhantes à acne – especialmente nas bochechas, nariz, testa e queixo.
Embora mais comum em pessoas de pele clara, ela pode surgir em peles de
qualquer tipo e tom. A causa é desconhecida, com componente genético e
provável hiper-reatividade, mas alguns fatores podem agravar a condição,
como alimentação (café, bebidas alcoólicas e condimentos picantes), estresse
e exposição ao calor ou frio extremos.

Apesar de não ter cura, a rosácea é estabilizada com tratamentos tópicos e
medicamentos orais à base de antibióticos com propriedades anti-inflamatórias,
limpeza e hidratação permanentes e uso do filtro solar. Um grande aliado no
alívio dos sintomas é o uso do laser Fotona para controlar a vermelhidão e
destruir os vasinhos que aparecem nas bochechas e no nariz. Essa geração de
laser robótica é indolor, mas ainda assim, dependendo da sensibilidade do
paciente, é possível utilizar anestésicos tópicos durante as sessões.
Recomenda-se de quatro a seis sessões mensais para obter resultados
satisfatórios.

Comentários: