O que é?

Urticárias são lesões avermelhadas e elevadas que podem ocorrer em qualquer região do corpo, em todas as idades e causando extrema coceira na pessoa com esta condição.
As lesões da urticária aparecem e somem rapidamente, podendo levar apenas 24 horas desde seu aparecimento até sua resolução. Apesar de na maioria dos casos os pacientes não apresentarem complicações graves, a coceira que essas lesões proporcionam são intensas e acabam atrapalhando a vida da pessoa de uma forma geral, como no trabalho ou na hora de dormir.
Ela pode acontecer em qualquer idade, porém é mais comum em jovens e adultos até 30 anos de idade. Ela pode ser classificada em aguda e crônica, dependendo do seu tempo de evolução.

Causas

A urticária surge em decorrência de uma hipersensibilidade da pele a algumas substâncias. Muitos casos de urticária não possuem causas muito determinadas, mas sabe-se que os seguintes fatores pode levar ao surgimento das lesões:
● Uso de medicamentos.
● Substâncias químicas presentes em alimentos.
● Infecções virais, bacterianas ou por parasitas.
● Estímulos físicos como calor, frio e fricção.
● Picadas de insetos.
● Doenças endócrinas, reumatológicas ou malignas.

Sintomas e Tratamento

As urticárias surgem de forma extremamente rápida e é impossível detectar algum sintoma antes que as lesões já estejam vermelhas e coçando bastante ou, em alguns casos, com ardor e sensação de queimação.
Ela pode surgir em partes específicas do corpo ou no corpo inteiro. Geralmente somem em menos de 24 horas, não deixando nenhuma marca residual. Na maioria dos casos, observamos episódios únicos ou com duração inferior a 6 semanas, muitas vezes relacionados a infeccões ou alimentos. Quando os casos se prolongam para mais de 6 semanas de duração, classificamos essa urticária como crônica, sendo mais difícil encontramos a causa.
Dependendo da área afetada, como na garganta por exemplo, a pessoa pode precisar de atendimento de emergência. Tal condição é denominada anafilaxia e pode causar vômito, queda da pressão arterial e dificuldade de respirar.
Uma vez que a urticária surge, ela pode ser apaziguada por uso de medicamentos orais específicos indicados pelo dermatologista, mas alguns cuidados por parte do paciente são imprescindíveis.
Evitar calor, bebidas alcoólicas e uso de medicamentos sem prescrição médica são alguns exemplos de atitudes que podem diminuir a recidiva da doença.
Já nos primeiros sinais e sintomas, procure um dermatologista.

Comentários: