O que é?

O herpes é uma doença bastante comum causada por um vírus (HSV) que é transmitido através do contato direto com a pele ou mucosas de pessoas contaminadas. Ele pode ser divido em Tipo 1, que são, na maioria dos casos, lesões orais, ou Tipo 2, que é responsável por 90% das feridas genitais.
É facilmente reconhecível devido ao agrupamento específico de bolhinhas que podem aparecer em qualquer lugar do corpo, sob uma base avermelhada. Eventualmente esses agrupamentos de bolhas se transformam em uma ferida que causa ardência, coceira ou mesmo dor.
Apesar de na maioria dos casos as lesões ocorrem nos lábios ou regiões genitais, a herpes pode causar lesões em qualquer parte do corpo.

Causas

O herpes é transmitido pelo contato com a pele, saliva ou mucosas de pessoas que já possuem o vírus. Após a infecção, o vírus pode permanecer no corpo do paciente por meses ou anos na forma latente, e se manifestar em situações de queda da imunidade, traumas, exposição solar intensa, dentre outros fatores.
Em alguns casos, o herpes pode se tornar recorrente, o que é conhecido como herpes recidivante e na maioria dos casos é menos grave e possui duração mais curta do que os outros casos.

Sintomas e Tratamento

O principal sintoma da infecção pelo herpes é o aparecimento de pequenas bolhas em forma de cachos de uva, sob uma base avermelhada, que normalmente se iniciam por uma ardência e que evoluem para erosão e dor intensa local.
Quanto mais cedo os sintomas forem identificados e a pessoa buscar tratamento, maiores serão as chances de impedimento da evolução da doença.
Geralmente o tratamento é feito por antivirais prescritos por um dermatologista, mas alguns cuidados podem ser tomados para evitar a recorrência da doença, como:
● Evite beijar ou conversar com pessoas próximas que podem estar infectadas.
● Evite ter relações sexuais com pessoas infectadas. Use sempre camisinha.
● Lave sempre as mãos após ter contato com feridas ou objetivos possivelmente contaminados.
● Evite furar as bolhas.

Apesar de nem todos os tipos de herpes serem curáveis, existem tratamentos para todos eles, e quanto mais cedo tratado, maiores as chances de encurtar os sintomas da doença.
Por isso sempre que sentir ardência e notar o aparecimento de pequenos agrupamentos de bolhas, especialmente nos lábios ou regiões genitais, procure um dermatologista o mais rápido possível.

Comentários: