O que é?

O hirsutismo consiste no crescimento anormal de pelos em mulheres, localizados em regiões usuais aos homens.
Esse surgimento anormal pode acontecer tanto na face, como queixo e buço, quanto nas outras regiões do corpo como abdômen, glúteos, coxas, mamilos e peitos.
O hirsutismo é raro, mas quando afeta a mulher costuma ter grande impacto na vida íntima e consequentemente na parte emocional da mesma, justamente pelas alterações físicas.

Causas

Muitos casos de hirsutismo não possuem causas bem definidas, mas sabe-se que esse surgimento de pelos em regiões incomuns da mulher está relacionado à irregularidade menstrual, alterações hormonais, infertilidades e como efeitos de outras doenças dermatológicas como a acne.
A doença costuma afetar mulheres durante os anos férteis e na menopausa.

Sintomas e Tratamentos

Dentre os fatores conhecidos que desencadeiam o aparecimento de pelos, os principais são: uso de medicamentos e outras drogas que incentivam a produção de hormônios masculinos, distúrbios hormonais e fatores genéticos.
Para definir qual é o tipo de hirsutismo a ser tratado, o médico geralmente pede, antes de tudo, um estudo das condições hormonais do paciente.
Após a identificação, o tratamento pode continuar por meio de medicamentos tópicos e sistêmicos, ou mesmo por meios físicos. Os últimos são mais recomendados por não haver risco de efeitos colaterais causados por alguns medicamentos.
Entre os tratamentos físicos, os mais comuns são a depilação, eletrólise ou tratamento a laser para remoção dos pelos.

Comentários: