Quando as temperaturas caem e o inverno chega é comum muitas pessoas reduzirem sua rotina de treinos ou abandonarem a academia. Mas o frio pode ser um aliado importante no processo de emagrecimento, já que proporciona o aumento do metabolismo corporal, e hoje existem procedimentos estéticos que podem contribuir para manter a boa forma na estação mais fria do ano.

A dermatologista Tathya Taranto revela que atualmente existem diversos métodos modernos e eficazes que tratam a gordura localizada e reduzem medidas. Um deles é a VelaShape 3 que combate a celulite, flacidez e gordura localizada, e promove a remodelação corporal. “O Velashape 3 é a versão mais atual e potente, que combina radiofrequência bipolar com 150 watts de potência, o infravermelho e a manipulação mecânica. Na combinação das tecnologias, a radiofrequência induz a produção de colágeno que alivia a fibrose, enquanto a luz infravermelha reduz as células de gordura, retirando a pressão sobre os vasos e facilitando a circulação, juntamente com a modelação corporal promovida pela manipulação mecânica que tonifica os músculos reduzindo a flacidez”, desvenda a médica. O número mínimo de sessões é de quatro e devem ser realizadas a cada 15 dias.

A tecnologia inovadora do Fotona também é utilizada para tratar gordura e flacidez corporais, através do TightSculpting, um procedimento não invasivo que permite esculpir o corpo ao mesmo tempo em que confere a firmeza necessária à pele. “Com ele é possível reduzir a gordura localizada, definindo o contorno, e ao mesmo tempo, melhorando a flacidez. O tratamento combina dois tipos de comprimento de onda de laser na área desejada, que podem ser: abdômen, flancos (área lateral do tronco), costas, coxa (face interna das coxas) e braços”, elucida. Tathya Taranto diz que é recomendável realizar de três a cinco sessões, com intervalo mínimo de 10 dias a duas semanas. O resultado final é notado após um período de 60 a 90 dias.

A criolipólise é outra opção, um tratamento indolor e não invasivo, que ficou mundialmente conhecido por sua eficácia na eliminação de gorduras localizadas, especialmente as da região do abdômen. “A técnica utiliza o resfriamento controlado de certas regiões do corpo para promover a destruição das células de gordura. Para isso, a pele é tracionada por um equipamento e então congelada por cerca de uma hora, a uma temperatura que varia entre cinco graus negativos e 10 graus negativos. Esse resfriamento extremo causa um processo de cristalização e destruição das células de gordura, que em seguida são absorvidas e eliminadas naturalmente pelo próprio organismo”, relata a médica. Embora o tratamento seja mais comum na região do abdômen e dorso, ele pode ser feito em qualquer outra parte do corpo e, de acordo com a dermatologista, o número de sessões para se obter um resultado satisfatório pode variar de uma a três por ano.

Outra poderosa arma para continuar em forma nesse período é a radiofrequência, que atua no combate à celulite, flacidez corporal e facial. “Ela emite calor controlado para as camadas mais profundas da pele, estimulando a produção das fibras colágenas de forma progressiva, responsáveis pela elasticidade e tonicidade da pele. Os resultados podem ser notados logo após a primeira sessão, mas os resultados maiores aparecem no decorrer das semanas seguintes”, descreve Tathya Taranto que frisa a importância de procurar uma clínica segura para evitar complicações como queimaduras.

Comentários: