O que é?

A psoríase é uma doença crônica, inflamatória e autoimune – ou seja, uma doença onde o organismo ataca a si próprio – que se caracteriza por lesões avermelhadas e descamativas na pele, algumas vezes com comprometimento sistêmico.
Essas lesões geralmente aparecem no colo cabeludo, pés, mãos, cotovelos, joelhos, unhas e até mesmo a região genital. A psoríase é uma doença comum, e sua gravidade pode variar desde pequenas lesões localizadas até o comprometimento de toda a pele, podendo afetar as articulações e até mesmo levando o paciente a um estado de incapacidade física.
Existem vários tipos de psoríase, e cada tipo deve ser diagnosticado e tratado de forma distinta. Por isso o dermatologista sempre deverá ser a pessoa mais indicada para diagnosticar e tratar a doença.

Causas

Ainda não se sabe ao certo o que causa a psoríase, mas estudos tem mostrado fortes indícios de que a genética, fatores imunológicos e ambientais tenham uma forte influência sobre sua incidência.
Outros fatores que podem desencadear a psoríase são:
● Infecções de garganta e de pele.
● Lesões na pele como machucados, queimaduras, cortes ou qualquer outra agressão de natureza física.
● Estresse e variações climáticas.
● Consumo excessivo de álcool e cigarro.
● Medicamentos para tratamento bipolar, pressão alta e malária.

Sintomas e Tratamento

Os sintomas da psoríase podem variar de pessoa para pessoa. Mas de forma geral, podemos citar como os principais achados a aparição de lesões avermelhadas na pele, coberta por uma escama branco-acinzentada, pele seca e com facilidade para sangramento, inchaço e dor nas articulações.
O tratamento da doença varia de acordo com o paciente, mas todos de alguma forma buscam reduzir a inflamação das regiões da pele ou normalizar a aparência da pele. A psoríase não tem cura, mas tem tratamento.
Em casos mais graves, o dermatologista pode optar por medicamentos orais mais fortes, como imunossupressores ou imunobiológicos, para controle da doença.

Comentários: